Percentual de famílias gaúchas endividadas aumenta em agosto

por Jornal Canudos

O nível de endividamento dos gaúchos registrou aumento em agosto deste ano, em relação ao mês de julho. O índice ficou em 67,4%, contra 65,8% apurados no mês anterior, conforme dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), divulgados na segunda-feira (10).

Em relação a agosto do ano passado, houve queda. Há um ano, 65,8% das famílias tinham dívidas no estado. Mesmo assim, o resultado o resultado mantém o percentual de famílias gaúchas com dívidas em nível “confortável”, segundo avaliação da Fecomércio-RS, responsável pelo estudo.

“O momento de queda na desocupação e inflação baixa tem contribuído para uma situação melhor no endividamento das famílias”, diz o presidente da entidade, Luiz Carlos Bohn. O cartão de crédito segue como principal meio de endividamento (87,8%), seguido por carnês (15,8%), crédito pessoal (12,9%) e financiamento de carro (12,1%).

O percentual de famílias com contas em atraso também diminuiu. No mês de agosto atingiu 19,8%, e no mesmo período de 2017 apontava para 34,8%. O percentual de gaúchos que não terão condições de honrar suas dívidas vencidas no prazo de 30 dias foi de 3,9%, o menor já apurado desde janeiro de 2014. No mesmo período de 2017 estava em 12,8%.

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários