Pré-candidato à Assembleia, Toco quer retomar protagonismo da indústria

por Jornal Canudos

O ex-prefeito de Estância Velha por dois mandatos e ex-presidente da Fenac Elivir Desiam, o Toco, é pré-candidato a deputado estadual pelo PTB. Em visita ao Jornal Canudos, ele afirmou que seu foco de atuação será de um raio de 80 quilômetros, abrangendo a região dos vales do Sinos, Caí, Paranhana e Encosta da Serra, caso seja eleito à Assembleia Legislativa. Toco, que tem 20 anos de atuação na política, visitou o Jornal Canudos na quarta-feira (1º).

“Quero trabalhar pelo resgate da indústria, que é a base da economia. Nos anos 90, ela representava 25% do PIB nacional. Atualmente, é apenas 9%. É a partir da indústria que se gera emprego e renda, fazendo com que o comércio e o setor de serviços também se desenvolvam”, afirma, ressaltando que pretende utilizar sua experiência em gestão para impulsionar sua atuação como parlamentar.

Um de seus grandes trunfos, segundo ele, é o fato de que foi reeleito em 2004 à prefeitura do município vizinho a Novo Hamburgo com 80,9% dos votos válidos, o maior índice obtido até então no Rio Grande do Sul.

No ano seguinte, Toco recebeu o Prêmio Gestor Público pelo projeto Almoço nas Escolas. Já em 2006, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) elegeu Estância Velha como o 12º lugar no país na gestão das finanças públicas.

Fenac

Quanto à sua experiência à frente da Fenac, ele diz que o fortalecimento do turismo também será uma de suas bandeiras. “Quero trabalhar pelo fomento do turismo de eventos. Quando assumi, aconteciam apenas três eventos por ano. Hoje, são 16, entre eles a Feira da Loucura por Sapatos. De 95 mil visitantes, a FENAC passou a receber mais de 500 mil pessoas por ano”, comemora.

“Sem dúvida, o futuro da política é a gestão, e ela tem que ser eficiente”, aponta o pré-candidato. “Caso eleito, não atuarei na situação nem na oposição. Votarei os projetos conforme minha convicção”, projeta. A convenção estadual do PTB para definição das candidaturas ocorre neste domingo (5).

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários