Saque do PIS/Pasep para cotistas está disponível

por Jornal Canudos

Desde quarta-feira (8), os pagamentos do Fundo PIS/Pasep voltaram a ser realizados aos cotistas. No total, cerca de 23,8 milhões de pessoas de todas as idades, que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988, têm direito a acessar os recursos até 28 de setembro.

Após essa data, o benefício volta a ser concedido exclusivamente ao público habitual - cotistas maiores de 60 anos, aposentados, pessoas em situação de invalidez, inclusive dependentes ou acometidas por enfermidades específicas, participantes do Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) e herdeiros de cotistas falecidos. A projeção é que o benefício possa injetar R$ 35,7 bilhões na economia do país.

Os cotistas que tiverem conta corrente na Caixa Econômica Federal (PIS) ou no Banco do Brasil (Pasep) e que estiverem com o cadastro do Fundo atualizado recebem, desde a mesma data, o depósito automaticamente, sem necessidade de se dirigir às agências.

Saque nas agências

A partir do dia 14 deste mês, o saque estará liberado para todos os cotistas, bastando que se dirijam às agências bancárias da Caixa (trabalhadores que atuaram na iniciativa privada) ou do Banco do Brasil (trabalhadores que atuaram no serviço público).

São cerca de 17,5 milhões de pessoas que poderão sacar. Para isso, basta levar ao banco um documento de identificação ou o número de registro do PIS/Pasep, consultando na hora o valor a que tem direito.

Desde o início do processo de flexibilização dos saques do fundo, em 2017, até junho de 2018, cerca de 4,8 milhões de cotistas já realizaram seus saques, totalizando R$ 6,6 bilhões pagos aos beneficiários.

Quem tem direito

Têm direito ao saque servidores públicos e pessoas que trabalharam com carteira assinada de 1971, quando o PIS/Pasep foi criado, até 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque, em função das novas regras previstas na Constituição.

 

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários