Procuradoria da Mulher lança campanha contra violência doméstica

por Jornal Canudos

A Procuradoria Especial da Mulher lançou, na terça-feira (12), a campanha “Fale agora ou podem te calar para sempre”, contra a violência doméstica no âmbito de Novo Hamburgo. Um site também foi desenvolvido pela Câmara Municipal, em parceria com a Trensurb, para que mulheres possam buscar informações, realizar denúncias e localizar redes de apoio.

Materiais gráficos elaborados pela Casa, como cartazes, flyers, outdoor, arte para redes sociais, entre outros, foram exibidos. Segundo o Legislativo, a data do lançamento não foi escolhida por acaso. Além da celebração do Dia dos Namorados, o 12 de junho marca os 14 anos do assassinato de Beatriz de Oliveira Rodrigues, carbonizada por seu marido Luiz Henrique Sanfelice.

Dados sobre feminicídio, que é o assassinato de mulheres em razão do gênero, preocupam na cidade, segundo a Procuradoria da Mulher. Foram 46 casos entre 2012 e 2017, fazendo com que Novo Hamburgo ocupe a quinta posição no ranking estadual. Também houve 12 homicídios contra mulheres neste período.

Momento importante

O presidente da Câmara, Felipe Kuhn Braun (PDT), disse que os números reforçam a necessidade de políticas públicas que combatam a impunidade e este ciclo de violência, que não distingue classe social. “Este é um momento bem importante, no qual nos colocamos ao lado desse trabalho forte e intenso que as forças de segurança realizam para diminuirmos esses números”, disse.

A procuradora e vereadora Patrícia Beck (PPS) também salientou a importância das ferramentas disponibilizadas pela campanha. “Precisávamos contribuir de alguma forma no combate à violência contra a mulher. Sabemos o quanto as mulheres sonham com seu casamento, mas, infelizmente, também sabemos como seu grande sonho pode vir a se tornar um pesadelo”, afirmou.

Trensurb

Ações nas escolas municipais também estão previstas, assim como em postos de saúde e nas redes de atendimento que o Município já possui. A parceria com a Trensurb também irá possibilitar que haja a veiculação de vídeos no interior dos trens e outdoors nas quatro estações hamburguenses. Uma sala dentro da Estação Novo Hamburgo também será disponibilizada pela empresa.

“Queremos criar a cultura da denúncia. Para isso, apresentamos todos os canais que as mulheres hamburguenses possuem e, principalmente, buscamos instruir sobre os sinais de agressão, para que elas saibam quando devem procurar ajuda”, disse Patrícia.

Para conferir

- O site da campanha “Fale Agora” é o http://procuradoriadamulh.wixsite.com/faleagora. Lá, há espaço para denúncias, onde buscar ajuda, além de dados estatísticos sobre a violência contra a mulher.

 

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários