Novo Hamburgo decreta situação de emergência por desabastecimento

por Jornal Canudos

A Prefeitura de Novo Hamburgo decretou, na segunda-feira (28), situação de emergência por trinta dias na cidade, a começar por sábado (26), em razão da falta de combustíveis. Conforme o Executivo, o decreto 8322/2018 foi feito "no sentido de agir de forma preventiva para manter, dentro do possível, os serviços essenciais à população."

Segundo a Administração Pública, "a medida é importante porque não há como precisar a duração e os efeitos da paralisação."

Serviços de saúde também seguem restritos, com exceção de procedimentos de urgência e emergência, e o Hospital Municipal enfrenta problemas com o fornecimento de alguns insumos. 

Por meio do decreto assinado ontem pela prefeita Fátima Daudt, Novo Hamburgo poderá contratar empresas sem licitação, por exemplo, e reorganizar o orçamento municipal para priorizar determinadas áreas.

Ainda conforme o decreto, o transporte de combustível com escolta da Guarda Municipal e/ou da Brigada Militar, para atendimento dos serviços públicos essenciais, está autorizado.

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários