Livro reúne histórias do passado do futebol hamburguense

por Jornal Canudos

O escritor hamburguense Gilson Romano Warken esteve no Jornal Canudos para divulgar seu primeiro livro, Futebol de Novo Hamburgo e Outras Histórias: 1900 – 1942, lançado no ano passado, obra que conta um pouco do esporte no cenário hamburguense, ilustrado com fotos e dados de equipes do passado e do presente.

“Levei três anos para montá-lo”, conta Warken, que buscou fontes históricas, como o antigo jornal “O 5 de Abril”, além de dados de acervo e documentos oficiais. Ele também relatou o aspecto que mais chamou a atenção na elaboração da obra. “A dificuldade dos primeiros imigrantes em se estabelecer por aqui”, afirmou.

O livro custa 40 reais e está disponível em diversos pontos de Novo Hamburgo, como o Armazém Hamburgo Velho (Av. Gen. Daltro Filho, 810). Mais informações e encomendas podem ser obtidas pelo telefone e WhatsApp (51) 99623-0026 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Uma das histórias relatadas no livro

Em 29 de dezembro de 1936, o Sport Club Novo Hamburgo realizou uma partida amistosa na Timbaúva, em Porto Alegre, com o Atlanta de Buenos Aires que excursionava pelo Brasil. Era uma tarde de muito calor. Pensava-se que os argentinos perderiam. Eram baixinhos e desajeitados, com uniformes esquisitos. O SCNH tomou um baile e foi goleado por 8x2, Gradim chegou a colocar 12 atletas em campo e o Atlanta nem se preocupou.

O baile foi tão grande que o zagueiro Fogareiro alertou diversas vezes a Vanzetti [então volante]: - Truff Vanzetti, Sie komme schon witte; ou, Te mexe Vanzetti, que eles estão vindo novamente.

O Atlanta jogou em Porto Alegre, Salvador, Recife, RJ, BH e Curitiba. Dos treze jogos venceu oito, perdeu três e empatou duas partidas.

 

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários