Projeto de apadrinhamento estimula leitura na EMEF Machado de Assis

por Jornal Canudos

Um projeto que aproxima a comunidade escolar da literatura está sendo desenvolvido em uma escola pública do bairro Canudos. O Padrinho Literário, iniciativa da EMEF Machado de Assis, chega à sua segunda edição em 2018, com a proposta de doações de livros aos alunos por meio de parcerias com escritores convidados. A ideia é que ela se torne permanente.

Funciona assim: pessoas ou empresas podem retirar cartinhas na escola e financiar a compra de uma ou mais obras literárias. O valor dos livros varia de 12 a 40 reais, e também dá direito a uma dedicatória, que pode ser deixada por quem fez a doação. A iniciativa abrange todas as 25 turmas da faixa etária 4 ao 7º ano do Ensino Fundamental, em um total de 670 alunos.

“A ideia do projeto é válida para todos, porém procuramos selecionar aqueles cujas famílias não têm condições de comprar as obras”, conta a professora de Mediação de Leitura Vanessa Rodrigues da Silva. Ela também é membro da comissão do projeto, composta ainda pelas docentes Rosangela Böes e Elize Huegel Pires.

Neste ano, os livros doados são do escritor e ilustrador de obras infantojuvenis André Neves, nascido em Recife (PE), mas que mora em Porto Alegre. Autor de obras como “Lino”, “Obax”, “Menino Chuva na Rua do Sol”, entre outros, ele também é o homenageado e participa da Semana Literária da Machado de Assis, evento que começou na segunda-feira (23) e termina no sábado (28), com um sarau literário.

“Proporcionar também o encontro do escritor com as crianças agrega valor ao projeto e faz com que elas se sintam participantes deste momento”, diz Elis Mello, também professora do colégio.

Somente outra das professoras, Suemilda de Lima e Silva, a responsável pela biblioteca da escola, conseguiu que 28 cartinhas fossem adotadas neste ano. “Em 2017, nós conseguimos um total de 130 padrinhos, e este ano o projeto tem a intenção de ser ampliado”, conta ela.

Artes

Um exemplo é a professora de Artes Eva Monalisa Quadro, que montou diversos murais relacionados às obras com as turmas que leciona. Os trabalhos dos estudantes estão espalhados pela escola. “Os alunos se envolvem com as histórias, têm este contato, não apenas através com as palavras, mas com seus significados”, afirma.

A aluna Isis Rodrigues, 10 anos, da 4ª A, ganhou um livro do projeto na primeira edição, em 2017, quando a homenageada foi a escritora paranaense Léia Cassol. “Achei o projeto muito legal, muito interessante, e adorei o livro. Tem várias coisas para ler”, conta.

Para apadrinhar uma criança, é necessário entrar em contato com a escola pelo telefone (51) 3067-3440 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Programação da Semana Literária

Sexta-feira (27)

Manhã e tarde – Abelhuda (biblioteca móvel);

10h e 16h – Contação da história “Obax”, de André Neves, com professora Indiara

Sábado (28)

10h – Sarau literário com apresentações artísticas, troca-troca e venda de livros

 

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários