Rua do bairro Rondônia contabiliza quarenta buracos em trecho de cem metros

por Jornal Canudos

O excesso de buracos já se tornou rotina para quem vive ou trafega pela Rua São Lourenço do Sul, no bairro Rondônia, em Novo Hamburgo. Alguns maiores, com cerca de um metro, outros menores, mas que em geral impressionam pela quantidade. A reportagem do Jornal Canudos contabilizou mais de quarenta, em um intervalo de apenas cem metros.

Conforme os moradores, o problema existe há um ano, e em alguns locais, venceu o improviso, já que os próprios cidadãos colocaram britas em algumas crateras na tentativa de amenizar a situação. “Aqui é um trecho ruim, pois o pessoal vem rápido e não vê os buracos”, conta o estofador Jeison da Silva, que tem um negócio na região há um ano e meio. Segundo ele, quando chove, o estado geral da rua se torna ainda pior.

Acidentes frequentes

Acidentes já se tornaram frequentes no local. “Há algum tempo, um motorista que carregava ferros foi desviar dos buracos e enroscou em uma árvore, derrubando ela”, relata o empresário Marciano Talgatti. “Isso fora os carros que quebram e danificam os pneus quando passam nessas crateras e os ciclistas que já caíram aqui. Uma hora pode dar alguma coisa mais grave”, diz.

O trecho entre as ruas Pará e Guia Lopes, considerado o mais crítico, é uma lomba, portanto requer ainda mais cuidados no tráfego, já que os motoristas aceleram para subir ou vêm no embalo da descida. “O pessoal daqui cansou de pedir, mas nunca tivemos êxito”, desabafa Silva.

O Jornal Canudos contabilizou pelo menos nove pedidos de providência feitos por seis vereadores diferentes somente neste ano, direcionados ao conserto das crateras na Rua São Lourenço do Sul.

Outro lado

A Prefeitura de Novo Hamburgo, por meio da assessoria de imprensa, afirmou em nota que “o serviço está na programação da Secretaria de Obras Públicas, Serviços Urbanos e Viários (Semopsu) e será realizado em breve”.

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários