Assinado termo de início de obras em dois colégios estaduais de Novo Hamburgo

por Jornal Canudos

Foi formalizado, nesta segunda-feira (19), o início das reformas em duas instituições de ensino de Novo Hamburgo: o Colégio Estadual Senador Alberto Pasqualini, no bairro Hamburgo Velho, e na Escola Estadual de Ensino Fundamental Maria das Neves Petry, no Industrial.

A assinatura das atas teve a participação de vereadores, representantes das secretarias estaduais de Obras e Fazenda, construtoras, 2ª Coordenadoria Regional de Educação (2ª CRE), 2ª Coordenadoria Regional de Obras Públicas (CROP) e direção dos colégios.

"Parabenizo o esforço das autoridades em se empenhar para a realização destas obras tão importantes para a comunidade hamburguense", afirmou o coordenador da 2ª CROP, o engenheiro Ari Borges dos Santos. Para ele, houve um esforço conjunto entre o Legislativo de Novo Hamburgo e o Estado.

Já Dércio Machaski, assessor do secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes, disse que o secretário tem interesse em resolver as demandas dos colégios. "Mesmo que haja uma situação de crise, o Estado tem destinado recursos para a melhoria da Educação", afirmou. "Esta importância também se dá pela aproximação que o secretário Feltes tem com Novo Hamburgo", comentou.

O diretor do Pasqualini, Cristiano Araújo da Silva, salientou o caráter transparente de todo o processo. "Fomos muito bem atendidos pelo secretário e também pela CRE, à qual encaminhamos nossa primeira demanda ainda no mês de maio, no qual a reforma no auditório era nossa prioridade. Muitas pessoas se envolveram neste assunto", disse. 

O vereador Sergio Hanich (MDB) comparou o processo de destinação de recursos ao Pasqualini a uma "batalha vencida". "Vemos frequentemente a situação dos colégios de Novo Hamburgo, todos abandonados, e procuramos fazer o possível para entrar em ação, encaminhando estas demandas mais urgentes", afirmou.

Conforme a ata assinada, a obra no Pasqualini iniciou no dia 17 de janeiro, com previsão de conclusão de 150 dias. O valor da obra será de R$ 546.522,12 para a reforma geral do prédio do auditório, construído em 1945, dois pavimentos da cobertura, instalação elétrica e revestimento do local. Já no Maria das Neves, são R$ 646.142,36 para a reforma da cobertura e instalações elétricas. A obra tem previsão de 180 dias para conclusão.

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários