Noia passa pelo Paysandu e está na segunda fase da Copa do Brasil

por Jornal Canudos

A equipe do Anilado venceu o Paysandu, de Belém, pelo placar de 2 a 1 e se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil. Os gols foram marcados por Talis e Juninho. O clube agora aguarda pela definição de seu adversário, que sairá do jogo entre Dom Bosco e CRB, na quarta-feira (7).

A primeira chance anilada surgiu logo aos 5 minutos. Empurrado pelas arquibancadas, o Novo Hamburgo partiu para o ataque. Após jogada ensaiada em cobrança de escanteio, Zotti encontrou Jean Silva livre no bico da grande área. O atacante cruzou e Assis cabeceou pela linha de fundo. O Noia seguiu melhor na partida e pressionando o Papão. Aos 19 minutos, uma grande oportunidade foi criada pelo ataque hamburguense. Assis realizou cobrança de lateral em direção ao gol, o zagueiro Talis foi mais rápido que a defesa paraense e fez belo passe, de cabeça, para Jean Silva. Ele dominou driblando a marcação, porém a finalização passou à esquerda da meta de Marcão.

 

Entretanto, aos 21 minutos, os visitantes assustaram. Fernando Timbó ficou com a sobra, depois de a zaga anilada afastar cruzamento, e chutou rasteiro da intermediária. Porém, o goleiro Michel Alves apareceu para fazer firme defesa. Até por volta dos 30 minutos, o Novo Hamburgo exerceu uma supremacia no confronto. Após isto, as duas equipes permaneceram em uma postura mais defensiva, buscando correr menos riscos. Nos minutos finais, o time paraense até esboçou uma pressão, mas sem sucesso.

Segundo tempo

 

O Novo Hamburgo iniciou a etapa final com o mesmo ímpeto dos 45 minutos iniciais. Antes de o cronômetro completar sua segunda volta, o Anilado já havia arrematado a gol. Zotti fez bela triangulação pela esquerda com Assis. O lateral avançou em velocidade pela ponta e, sem marcação, disparou uma bomba obrigando o goleiro Marcão a trabalhar.

 

O Noia pressionava nas pontas, buscava espaços pelo meio e o prêmio de tanta insistência saiu aos 6 minutos. O armador Zotti viu, mais uma vez, a movimentação de Assis pela esquerda. O ala novamente não teve medo de arrematar com violência contra a meta do Paysandu. O arqueiro não conseguiu segurar e a bola sobrou para o zagueiro artilheiro Talis. De primeira, ele bateu no ângulo fazendo o tento anilado.

 

O ECNH não diminuiu o ritmo apesar do placar favorável. Aos 10 minutos, Lito passou como um raio em direção à grande área e encontrou Jean Silva, que bateu de primeira. A finalização passou raspando o travessão adversário. Depois disso, aos 14 minutos, o Novo Hamburgo ampliou a vantagem.

Inspirado, Jean Silva fez jogada exuberante e cruzou com maestria para Juninho. A única tarefa do meia foi tirar o goleiro Marcão do lance e anotar o segundo gol hamburguense na partida. Precisando empatar o confronto, o Paysandu se lançou ao ataque. Mike descontou aos 26 minutos, após cruzamento de Maicon Silva que Cassiano escorou para o atacante vencer Michel Alves.

Escalações

 

NOVO HAMBURGO:

 

Michel Alves; Lito, Talis, Júlio Santos e Assis; Tiago Ott (David), Diogo Oliveira, Zotti (Raphael Toledo), Juninho e Jean Silva (Branquinho); Flávio Torres. Técnico: Beto Campos.

 

PAYSANDU:

Marcão; Maicon Silva, Perema, Derlan e Fernando Timbó; Renato Augusto (Mike), Nando Carandina, Cáceres (Fábio Matos) e Pedro Carmona; Moisé e Cassiano. Técnico: Marquinhos Santos.

Deixe seu comentário

Comentar sem criar conta

0
Termos e Condições.

Comentários