Noia empata com Juventude e conquista primeiro ponto no Gauchão 2018

por Jornal Canudos

Finalmente o Noia conquistou seu primeiro ponto no Campeonato Gaúcho 2018. Os comandados de Beto Campos empataram com o Juventude,no estádio Alfredo Jaconi, por 1x1. A partida foi disputada no domingo (28).

No primeiro tempo, desde o principio de jogo o Noia adotou uma postura incisiva na marcação, não permitindo que o Juventude passasse a criar chances. No entanto, foi a equipe de Caxias que abriu o placar. Aos 8 minutos, Pará cobrou escanteio, na pequena área e o arbitro assinalou uma irregularidade no lance. Pênalti para o Juventude. Guilherme Queiroz foi para batida e converteu, inaugurando o marcador. Mesmo com o gol, o Noia não mudou sua forma de atuar, em cobrança de falta de Lito, aos 11min, a zaga do Juventude cortou e Juninho pegou o rebote, porém, sem muito sucesso.

No minuto seguinte, após boa trama com Zotti, outra vez o lateral Lito colocou a bola para área, agora da linha de fundo, no bate-rebate da zaga, Branquinho teve a oportunidade de finalizar, de carrinho, mas foi travado. Com a partida em pé de igualdade e bem disputada, o Juventude conseguiu encaixar mais uma boa jogada aos 23 min, após bom lançamento pelo lado direito, Guilherme Queiroz tentou a finalização, mas o foi travado por Talis, no momento da batida.

Três minutos depois, o Noia passou a mostrar que o caminho para o empate seria pelo alto. Em escanteio cobrado por Assis, aos 26min, com veneno, a bola passou pelo goleiro Matheus Cavachioli e sobrou para Diogo Oliveira, que testou bonito, mas a zaga adversária conseguiu afastar o perigo.

Já aos 36 min, novamente em cobrança do lateral-esquerdo anilado, o centroavante Edson Reis testou bonito a esquerda da meta do goleiro do Juventude. Após insistir no jogo áreo, o Noia conseguiu o empate. Mais uma vez, o camisa 6 do Noia, em uma falta lateral, colocou a bola na área, com perfeição, o zagueiro Talis, só teve o trabalho de desviar e igualar o marcador em Caxias. 1x1 no primeiro tempo.

Segundo tempo

Apesar da chuva, o segundo tempo se iniciou da mesma forma como terminou o primeiro, com ambas as equipes buscando trabalhar a bola e buscar a melhor solução para finalizar.

Aos 9 minutos da etapa complementar, o Juventude chegou com perigo ao gol de Michel Alves, pelo lado direito, Jô e Bruno Ribeiro conseguiram a vitória pessoal sobre o Noia e a bola acabou sobrando para Guilherme Queiroz, que ajeitou para finalizar, mas Talis bloqueou o chute. Pelo lado esquerdo do campo que o ECNH começou a criar chances na etapa final, Assis e Juninho trabalharam bem por ali, na sequencia o lateral tentou o cruzamento, mas foi interceptado pelo adversário, porém, de forma irregular, com a mão.

Na cobrança de falta, aos 12 min, o ala esquerdo colocou a bola na cabeça de Diogo Oliveira, mas o camisa 8 não conseguiu virar o jogo para o Noia Aos 18 minutos, Branquinho teve boa chance de expandir o placar. Ele recebeu a bola de Lito e foi para cima da marcação, no um contra um, o atacante fintou os adversários e finalizou de perna esquerda, no canto, mas a zaga do time de Caxias do Sul afastou.

No entanto, após o anilado construir boas chances, foi a vez do Juventude voltar a dar perigo ao Noia. Após uma sequencia de ataques, Em um deles o zagueiro do Juventude, César Martins, desviou com muito perigo para o gol de Michel Laves, mas a bola foi para fora.

Minutos mais tarde (26 min), Zotti pegou a bola no campo de defesa anilado e carregou até o campo adversário, da entrada da área o meia disparou uma bomba, mas o arqueiro Matheus Cavichioli, bem posicionado fez grande defesa. O jogo seguiu intenso, lá e cá a cada minuto, em uma arrancada de Jô, o Juventude quase desempatou o confronto. O atacante, aos 34 min, buscou a vitória pessoal sobre a zaga anilada e finalizou, a bola bateu caprichosamente na trave de Michel Alves e foi para fora.

Nos instantes finais o Noia seguiu controlando bem a partida e buscando sair pelos lados. Uma das últimas chances ficou com o Juventude, aos 43 min, em cobrança de falta venenosa de Felipe Lima, o arqueiro anilado fez grande defesa, socando a bola para fora da área.

O Novo Hamburgo aogra concentra suas atenções na Copa do Brasil, onde enfrenta o Paysandu, do Pará. O jogo ocorre na quinta-feira (1º), às 21h30, no Estádio do Vale.